(71) 3340 1881 | 3341 1881 | 3378 2696

Monthly Archives: dezembro 2016

CRIATIVIDADE AJUDA A DRIBLAR CRISE E SALVA NEGÓCIOS

Por | Blog | Sem comentários

Nesse momento difícil, que a economia brasileira vive hoje, criatividade pode fazer toda a diferença pra quem precisa conquistar clientes. Em alguns casos, uma ideia boa pode até salvar o negócio.

Já faz três anos que se cortam nas diferentes espessuras em diferentes tamanhos, para diferentes clientes, que precisam comparar em um mesmo cenário econômico do país: o de uma crise bem mais rígida que as placas de papelão da fábrica do Bruno.

Não estava nem adiantando se especializar na produção de móveis de papelão incrivelmente resistentes para eventos de grandes empresas porque até elas estavam sem grana.
Foi aí que o Bruno começou a fazer um papelão no faturamento.

Repórter: Se continuasse por aí vocês estavam para entrar num caminho bem perigoso.
Bruno Pellegatti, empresário: A gente estava chegando num ponto de ou reduzir a jornada ou até dispensar alguém.

Até que o pulo do gato, quem diria, veio daqueles que nem aqui trabalham, só aparecem vez por outra. E quando ele vinha, nunca tinha nada para fazer, além de mexer no computador. Foi aí que ela, nos grupos de mães da internet, descobriu uma demanda interessante.

“Eu sempre apresentava a minha empresa de móveis de papelão e as pessoas vinham com a história do papelão: ‘E então você tem uma casinha, você tem brinquedos?’”, diz Ana Serino De Rezende, dona de casa.

No começo o Bruno ficou meio assim com a ideia, pensou “ah, mas já tem gente vendendo”. Só que tinha um detalhe…

“Nós produzimos. Nós não mandamos fazer como as outras empresas. Então a gente conseguiria fazer uma casinha de papelão de igual qualidade bem mais barato”, explica a dona de casa.

Aí realizando o sonho da casa própria de papelão para as criança, o faturamento da empresa cresceu 40%. Os brinquedos ajudaram a preservar esses outros pedacinhos de papelão: os cartões de ponto dos funcionários. Até chegou cartão novo.

“A gente está com um temporário para atender a demanda de Natal que está realmente surpreendente”, afirma Bruno Pellegatti, empresário.

No caso deles, a criatividade foi o principal remédio anti-crise. A mesma crise que fez o movimento no consultoria da Camila cair 30%. Se já era difícil convencer a criançada a sentar na cadeira, a falta de grana no bolso começou a assustar os pais mais que o barulho da maquininha.

Pra virar esse jogo, ela decidiu arriscar outros passos na carreira e, quase como mágica, transformou a dentista preocupada numa fada dentista. E a Cecília vai com a mesma facilidade de todos os outros pacientezinhos. Desde que a fada abrilhantou o atendimento e mudou a decoração do consultório, foi como se a assustadora maquininha tivesse se transformado numa varinha de condão que fez a clientela em queda superar os patamares de anos atrás.

“Por volta de seis meses que estou com a personagem a fada dentista e a cada dia mais eu vejo que foi a melhor ideia que eu tive na vida”, conta Camila Basílio Okamoto, cirurgiã dentista.

Que nasceu com um hábito: o de colocar fantasias. Ela é filha de presidente de escola de samba em São Paulo. Aí, quando veio a ideia da fada, ficou fácil demais fazer uma roupa mágica, super personalizada… Mas a sacada ainda é o ponto principal dessa história.

“Não é tão simples assim você ser criativo. É uma consequência de um processo de desenvolvimento que a pessoa passa, de acumulo de repertorio. A criatividade tá muito linkada a você acumular experiências e uma hora você olha pra tudo aquilo, junta os pontos e consegue fazer de uma forma diferente”, destaca Luiz Guilherme Manzano, diretor de apoio a empreendedores/Endeavor.

Então, se a crise piorou e muito a sua realidade, lembra que a salvação pode morar numa casinha simples e chegar até você num carrinho de papelão. É a criatividade que pode transformar o seu dia a dia complicado num grande conto de fadas.

Assista o link completo: http://glo.bo/2gDk2y4

Venha para o EV!