(71) 3340 1881 | 3341 1881 | 3378 2696

Todos as postagens de admin

EMPREENDEDORISMO FEMININO

Por | Blog | Sem comentários

No Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino (19), você conhece duas brasileiras que largaram tudo para rodar o mundo atrás de mulheres que criaram empresas de sucesso. Elas viajaram por 24 países e conheceram mais de 300 mulheres empreendedoras. No Brasil, as mulheres são mais empreendedoras que os homens e mostram, na reportagem do Fantástico, como uma boa ideia pode render um bom dinheiro.

Na Jordânia, elas criaram uma fábrica de cosméticos a base de leite de camelo; no Japão, fizeram uma empresa de viagem só para bicho de pelúcia; por aqui, a Maria de Fátima, que era pescadora, montou uma cooperativa de marisqueiros, e a Gabriela fez um aplicativo de transporte em que só mulheres entram no carro, desde a motorista até as passageiras.

Assistam a matéria completa em: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2017/11/brasileiras-rodam-o-mundo-atras-de-mulheres-donas-empresas-de-sucesso.html

 

NOTÍCIA JORNAL A TARDE – ROSANA MARQUES

Por | Blog | Sem comentários

 

Sem título-1

As mulheres atualmente são uma das maiores forças produtivas do país, também quando o assunto é criar e administrar o negócio próprio. Apesar da presença em número, as desigualdades entre os gêneros  também são visíveis  no empreendedorismo.

Pesquisa realizada em 2016 pelo Sebrae apontou que o Brasil tem mais de oito milhões de empreendedoras. No entanto, dados da  Serasa Experian revelam que a  desigualdade está no percentual de mulheres que são sócias ou lideram  grandes empresas, apenas  0,2%.  A maioria está concentrada em negócios de pequeno porte, cerca de  37%, em seguida em microempresas, com 36%, e MEIs, com 25%.

Para combater as desigualdades e premiar negócios de destaque, o Sebrae criou o Prêmio Mulher de Negócios, que na etapa baiana selecionou 19 finalistas e premiou, neste mês de agosto, negócios em três categorias: MEI, micro e pequenas empresas. As  finalistas mostram o desenvolvimento da gestão de empresas lideradas por mulheres no estado. Para serem finalistas, as inscritas precisam se adequar a 75% das exigências do Modelo de Excelência em Gestão.

Sociedade machista

Mesmo na liderança, as mulheres muitas vezes têm de enfrentar desafios da sociedade machista. Foi o caso de uma das finalistas do prêmio Sebrae na Bahia, a empresária Ana Paula Nascimento, da Manancial Extintores.

Começando com 21 anos na empresa familiar, que pertenceu primeiramente ao seu pai e do qual hoje é sócia, a empresária, formada em administração, sentiu no dia a dia que precisava provar duplamente o seu valor como profissional e líder em uma área predominantemente masculina, como o setor de segurança.

“Infelizmente quando pensamos na figura de empresários,  pensamos no sexo masculino. Um prêmio como esse vem para tirar a imagem e provar que as mulheres podem estar à frente. No meu caso,  com minha ajuda como gerente, as coisas evoluíram na empresa”, conta Ana Paula.

Pioneira em Salvador no que ficou recentemente conhecido como coworking, a empresária Rosana Barbosa, criadora do Escritório Virtual, empresa criada há 22 anos e que aluga salas para negócios iniciantes, conta que se inscreveu no prêmio para compartilhar a sua história de sucesso e valorizar o trabalho feito por mulheres. “Ainda vemos muita discriminação, mesmo assim, a mulher ocupa espaço em todas as áreas, não há mais mistério ou cenário que seja somente  masculino”, afirma.

Para a gestora estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, Andrelina Mendes, boa parte de trabalho do prêmio é ajudar, por meio do trabalho do Sebrae, as mulheres empreendedoras a desenvolverem o potencial que elas já têm em suas empresas. “A mulher é o ser mais corajoso da face da terra. Ela precisa abrir mão de várias coisas importantes  e  tidas como certas na sociedade  para acreditar que é capaz”, diz Andrelina.

5 PASSOS PARA SER MAIS PRODUTIVO HOJE.

Por | Empreendedorismo | Sem comentários

“Tempo é dinheiro” nunca fez tanto sentido — entenda como otimizá-lo nesta websérie inédita sobre produtividade.

Assinale as alternativas que se encaixam com sua realidade empreendedora:

  • Tenho pelo menos 30 e-mails não lidos na minha caixa de entrada
  • Só penso em ações de curto prazo — nada de médio ou longo
  • Já usei a frase “seria bom se ele(a) também participasse dessa reunião”
  • Já terminei uma conversa tendo que marcar outra, porque nada foi decidido
  • Às vezes quero encontrar uma informação mas não sei se ela está no e-mail, CRM, Skype, Hangouts, Slack, Whatsapp, Trello, Asana, no meu caderno de anotações ou no post-it que deixei em cima da mesa
  • Fico constantemente até as 21h ou 22h no escritório
  • Já fiz uma lista de tarefas e cheguei ao fim do dia sem ter riscado nenhuma delas
  • Minha agenda tem apenas compromissos que combinei com outras pessoas

Se você marcou pelo menos uma das afirmações acima, temos um alerta para você:

Dá pra ser mais produtivo.

A boa notícia é que você não está sozinho.

O trabalho é muito, as horas são poucas e gestão de tempo acaba se tornando um desafio duplo para o empreendedor, que precisa gerir a sua própria produtividade e a do seu time.

Quem dá as dicas é o Antonio Carlos Soares, Empreendedor Endeavor e cofundador do Runrun.it:

1. Controlar tempo é chato, perder dinheiro é muito mais

Só 39% do tempo dos profissionais é gasto com o que eles foram, efetivamente, contratados para fazer: o restante se perde em reuniões, e-mails, busca e consolidação de informações… grandes vilões da produtividade — sua e da sua empresa — quando mal geridas.

2. A reunião não precisa durar uma hora

Reuniões também são trabalho e não precisam significar perda de tempo. Mas, para torná-la mais produtivas, é preciso adotar algumas boas práticas. Veja quais mudanças você precisa fazer na sua empresa para ganhar, e não perder, tempo em reuniões.

3. Como gerir e-mails de forma eficiente

Qual foi a última vez que você viu sua caixa de e-mails zerada? Gerir as dezenas de mensagens que chegam todos os dias é um dos grandes desafios dos empreendedores. E, acredite, você gasta mais tempo com eles do que deveria.

4. Qual é a prioridade da sua empresa?

Tem tanta coisa pra fazer que ninguém sabe o que fazer primeiro. O urgente rouba o espaço do importante e aquela meta estabelecida no início do ano acaba empoeirada enquanto o time equilibra pratinhos. Soa familiar? Pois o exercício de priorização começa por você e por dizer alguns “nãos”.

5. Como se organizar melhor

É uma triste verdade: o dia só tem 24 horas e você pode usar bem menos que isso para tocar seu negócio. Às vezes parece que precisamos de mais tempo, mas é possível começar a arrumar a bagunça na sua agenda de forma simples, mesmo quando parece que não tem mais volta.

fonte:  https://endeavor.org.br/produtividade-5-passos-para-ser-mais-produtivo-hoje/

Seja mais produtivo também fazendo parte da Rede EV®, ligue agora para 71-3340-1881 e aproveite nossas promoções.

 

 

A CRISE COMO SINÔNIMO DE OPORTUNIDADE.

Por | Blog | Sem comentários

Um guia para sua empresa sair do comum e disparar na frente da concorrência em momentos de crise.

BlogImage

O tema “crise econômica” pode ser um pouco cansativo, mas ignorá-lo pode ser perigoso. Transforme este no momento perfeito para organizar a sua empresa e se destacar no mercado.

Crie o cenário ideal para sair do comum, se reinvente e faça melhor que os seus competidores. São em tempos de crise que muitas empresas acreditam estar no caminho certo, mas cometem falhas fatais para o negócio.

Não deixe que a falta de informação leve sua empresa ao declínio.

Aproveite as oportunidades e faça diferente, esta é a hora de mudar!

 

Baixe o nosso e-book agora gratuitamente e transforme a crise em oportunidade!

http://portalev.com.br/ebook-crise-como-sinonimo-de-oportunidade/

O que é ser escalável, e por que sua empresa precisa disso.

Por | Blog | Sem comentários
Ser escalável é fundamental para sobreviver num ambiente de negócios
caracterizado pela velocidade. Veja como fazer isso:

07-02-2017

Por que é importante que meu negócio seja escalável (e como fazer isso)?

Ser escalável significa ser capaz de crescer rápido. Geralmente, para tanto, é necessário desenvolver um modelo de gestão que possa ser reproduzido rapidamente, podendo então crescer sem perder tempo em ter que reinventar a roda.

Ser escalável também é fundamental para permitir que os clientes criem o hábito de adquirir os seus produtos e serviços antes que os seus concorrentes lhe imitem e tentem tomar de você os clientes conquistados.

Resumindo, ser escalável é fundamental para sobreviver num ambiente de negócios caracterizado pela velocidade com que a informação se espalha e pela mudança frequente que exige do empresário de suas empresas inovação e novos modelos de negócio cada vez mais frequentemente.

Como fazer isso?

Desenvolva uma empresa que se mantenha em contato permanente com os seus clientes. Que saiba interpretar os desejos e necessidades deles. Ouça os clientes, e saiba interpretá-los.

Use a tecnologia de forma intensiva, mas invista em pessoas. Contrate pessoas melhores que você. Escolha funcionários que acreditem nas pessoas e que saibam fazer a gestão de suas equipes. Resumidamente, contrate membros capazes de se tornarem líderes, no sentido amplo da palavra.

Procure sempre disputar os mercados em que os seus melhores concorrentes – ou seja, as melhores empresas do mundo na sua área de atuação – estejam presentes. Só esta condição gerará a motivação necessária para procurar ser sempre melhor.

Procure manter viva sempre a sua alegria de estar fazendo o que você gosta. E procure que as pessoas que trabalham com você sejam capazes de ter o mesmo sentimento.

O resto? O resto é o resto. Pode usar o modelo de franquias ou de crescimento por meio de filiais. Pode internacionalizar os seus negócios ou pode escolher nichos específicos. Se a expansão precisa de financiamentos, pode procurar parcerias, crowdfunding, investidores anjo ou fundos de investimento.

Mas nada disso vai auxiliá-lo a escalar o seu negócio se você não cuidar dos seus clientes e se não tiver colaboradores de alta performance.

Boa sorte! Até a próxima.

Cristian Welsh Miguens é professor do curso de negócios da Universidade Anhembi Morumbi.

Fonte: http://exame.abril.com.br/pme/o-que-e-ser-escalavel-e-por-que-sua-empresa-precisa-disso/

Baixem nosso e-book: www.portalev.com.br

 

Load More
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.